0

Como Distribuir Quadros

Decorar-con-cuadros-5

Oi gente, tudo bem? Organizar quadros é algo bastante pessoal, isso porque além dos mesmos existirem em diversas formas e tamanhos, são inúmeras as possibilidades de distribuição. Porém pra quem tem dúvidas e não quer errar, existem algumas dicas que auxiliam no posicionamento dos mesmos, vamos ver?

Repetição

Captura de tela inteira 18062015 213806.bmp

Quando há quadros do mesmo tamanho, independente da quantia, a distribuição mais fácil é através da repetição. Da pra repetir na horizontal e na vertical, tudo depende da quantidade de peças e do resultado desejado.

Documents5Documents4Dentro de Planos

Captura de tela inteira 18062015 221111.bmp

Se os quadros são de tamanhos e formas muito variadas da para criar planos e brincar com a distribuição dentro dos mesmos. Por exemplo, distribuir quadros dentro de formas retangulares, quadrangulares, circular e etc. Se o objetivo é deixar com uma aparência mais certinha vale apena cuidar o eixo de distribuição, alinhando as partes de cima ou de baixo dos quadros, por exemplo.

Documents6Documents8

Sobre Prateleiras

Captura de tela inteira 18062015 213818.bmp

A ultima tendência é distribuir quadros sobre prateleiras, o que além de ficar moderninho, é fácil de modificar, já que não precisa furar parede. Não há muitas restrições nesse caso, apenas equilibrar os tamanhos, para não ficar muito contrastante, um pequeno e um enorme, lado a lado. Também vale misturar, ter uns quadros na prateleira e alguns pendurados, fica legal.

Capturas de tela Documents

Simétrico

Captura de tela inteira 18062015 213833.bmp

Quando há um grande número de quadros, com mais de um de cada tamanho, a melhor forma de distribuição é através da simetria. Essa consiste, basicamente, em “repetir” o tamanho e a disposição dos quadros. Basta imaginar uma linha “dividindo” a parede, e de ambos os lados haverá a mesma disposição. Não achei nenhuma imagem assim para inspiração.

Bagunçado

Captura de tela inteira 18062015 213830.bmp

Pra quem tem muitos quadros, em diferentes formas e tamanhos, e gosta de uma bagunça “bonitinha”, é só usar a imaginação. Da pra usar a tática de alinhar pelo menos algumas peças, ou brincar com vários alinhamentos, assim, por mais que a parede tenha bastante quadros em diferentes posições, não passa um ar de desorganizado.

Documents11Documents9Documents10

 Pendurado

Captura de tela inteira 18062015 213835.bmp

Uma maneira bem legal, que vem sendo utilizada, é pendurar os mesmos. Se os quadros possuem tamanhos muito diferenciados da pra pendura na mesma altura, já se os tamanhos forem parecidos da pra “brincar” de pendurar em níveis diferentes.

Documents12

Anúncios
0

Tijolo aparente

Oi, hoje vou compartilhar com vocês um dos meus revestimentos preferidos, o tijolo aparente. A utilização em ambientes internos é a minha preferida, pois acho que trazem personalidade ao espaço, além de transmitir a sensação de aconchego, tornando-se adequados para todos os cômodos, especialmente salas, cozinhas e dormitórios. É necessário cuidar a quantidade e a disposição do material, pois em excesso podem deixar o ambiente com uma pegada mais rústica, o que é interessante para salas, cozinhas e ambientes externos, mas “poluído” de mais para um dormitório, por exemplo.

PicturesPictures2Pictures5Ao contrário do que muitos pensam, os mesmos são fáceis de combinar, podendo resultar em diversos estilos. Misturados com tons claros proporcionam ambientes clássicos. Com tons escuros, amadeirados e concreto aparente, resultam em espaços modernos e elegantes. Já o colorido ajuda a descontrair, deixando o ambiente mais alegre.Pictures1Pictures6Pictures7

E ai, se apaixonaram? Usariam? ❤ ❤

0

Of Monsters and Men

95-atxl1

Depois de sumir por um bom tempo, pelo menos motivo de sempre, trabalhos da faculdade, retornei. Essa semana vou compartilhar com vocês as minhas musicas preferidas da banda “Of Monsters and Men”, que tomou conta dos meus dias e noites de projeto. A banda, que foi formada em 2010 na Islândia, segue o estilo folk rock.

Little Talks

Dirty Paws

King And Lionheart

Mountain Sound

Love Love Love

Slow and Steady

Yellow Light

E ai, alguém curte?? Gostaram?? Eu amo todas! ❤ ❤

0

Filme: Cinderela

Oi! Como uma apreciadora de histórias de princesa, graças a minha mãe que comprava os livros e os filmes quando eu era pequena, fui assistir Cinderela. A história, juntamente com “A Bela e a Fera” são meus contos preferidos. Pra quem achou engraçada a escolha do filme, levando em consideração que tenho vinte anos, acredite que eu e minhas duas amigas nos divertimos bem mais que as menininhas de nove, dez… Haha!

Enfim, pra quem, assim como eu, gosta das adaptações das histórias infantis,precisa assistir o filme, sabe por que?

1.Direção de Arte

O filme é impecável nesse quesito. As cenas que mais gostei foram: A aparição da fada madrinha, que além de possuir uma ótima caracterização transformou a abobora em uma carruagem linda, tudo pensado nos mínimos detalhes. E, é claro, o baile. O piso, as cortinas, a escadaria, as flores… Tudo contribui para um cenário perfeito, com vestuários lindos, principalmente o vestido azul, e a dança com o príncipe.

CINDERELLACindFig01Filme Cinderela Disney Conto de Fadas (1)

2.O Vestido 

O vestido certamente é o alvo mais comentado do filme, isso porque, o mesmo é acentuado e depois arma. São mais de 270 metros de tecido, vários saiotes e mais de três quilômetros de costura que dão esse resultado a peça, que conta ainda, com mais de 10.000 cristais Swarovski.

cinderellaCinderela-filme-19nov-2014-09

3. A Fada Madrinha

Eu, como fã de Harry Potter, logo me encantei com a Fada, que é interpretada por Helena Bonham Carter. A caracterização, como já mencionei, é perfeita. O vestido, assim como o da Cinderela, é armado. Foram cerca de 131 metros de tecido, 400 luzes LED e milhares de cristais Swarovski.

CINDERELLA

4. Madrasta e as Filhas

A atriz Cate Blanchett interpretou muito bem a madrasta, mas quem chamou a atenção foram suas filhas, que estavam sempre com roupas idênticas, apenas, com cores contrarias.

cinderella-movie-2015-screenshot-stepsisters-drizella-and-anastasia cinderella-still-15

5. O Príncipe

Como todo filme de princesas, há sempre um belo príncipe, e nesse caso não seria diferente.  O ator Richard Madden,que já tinha ganhado meu coração em Game of Thrones, agora o conquistou de vez.

cinderela-5-motivos-0475

Pra quem não viu o trailer:

Alguém já assistiu? Gostou?

0

Especial Nicholas Spark

Captura de tela inteira 04032015 184205.bmp

Nicholas Sparks é um dos meu autores preferidos no quesito romances. Seus livros tornaram-se cada vez mais conhecidos, inclusive, vários ganharam adaptações para os cinemas.  As histórias geralmente contam com muita paixão e tristeza, é aquele livro que você lê e espera ter um romance igual, depois acontece algo triste que você chorar horrores, pelo menos no meu caso. No fim, acredito que seja por isso que as histórias marcam quem as lê, pois fogem daquele padrão “perfeitinho” onde tudo da certo e são “felizes para sempre”. Enfim, vou indicar os que li e mais gostei, que por sinal viraram filmes.

Querido John

Eu amei o livro, é meu romance preferido. O Filme foi uma grande decepção no meu ponto de vista, pois não gostei da adaptação, modificaram muita coisa.

Resenha do livro:

 Querido John narra a história de um jovem soldado americano, John, que se apaixona por Savannah uma estudante conservadora. Quando Savannah Lynn Curtis entra em sua vida, John Tyree sabe que está pronto para começar de novo. Ele, um jovem rebelde, se alista no exército logo após terminar a escola, sem saber o que faria de sua vida. Então, durante sua licença, ele conhece Savannah, a garota de seus sonhos. A atração mútua cresce rapidamente e logo transforma-se em um tipo de amor que faz com que Savannah jure esperá-lo concluir seus deveres militares. Mas ninguém pôde prever que os atentados de 11 de Setembro pudessem mudar o mundo todo. E como muitos homens e mulheres corajosos,John deveria escolher entre seu amor por Savannah e seu país. Agora, quando ele finalmente retorna para Carolina do Norte, John descobre como o amor pode nos transformar de uma forma que jamais poderíamos imaginar.

A ultima musica

Esse é um dos livros do Nicholas que não tem o romance como história principal, mas a relação de pai e filha. Gostei muito do livro e da adaptação para o cinema.

Resenha do livro:

[…] Aos dezessete anos, Verônica Miller, ou simplesmente Ronnie, vê sua vida virar de cabeça para baixo, quando seus pais se divorciam e seu pai decide ir para a praia de Wrightsville, na Carolina do Norte. Três anos depois, ela continua magoada e distante dos pais, particularmente do pai. Entretanto, sua mãe decide que seria melhor os filhos passarem as férias de verão com o pai na Carolina do Norte. O pai de Ronnie, ex-pianista, vive tranquilamente na cidade costeira, absorto na criação de uma obra de arte que será a peça central da igreja local. Ressentida e revoltada, Ronnie rejeita toda e qualquer tentativa de aproximação do pai e ameaça voltar para Nova York antes do verão acabar. É quando Ronnie conhece Will, o garoto mais popular da cidade, e conforme vai baixando a guarda, começa a apaixonar-se profundamente por ele, abrindo-se para uma nova experiência que lhe proporcionará uma imensa felicidade – e dor – jamais sentida.

Um porto seguro

Gostei da história e da adaptação para o cinema.

Resenha do livro:

Quando uma mulher misteriosa chamada Katie aparece repentinamente na pequena cidade de Southport, na Carolina do Norte, questionamentos são levantados sobre seu passado. Linda, mas discreta, Katie parece evitar laços pessoais formais até uma série de eventos levá-la a dois relacionamentos relutantes: um com Alex, o viúvo com um coração maravilhoso e dois filhos pequenos, o outro com sua vizinha muito franca, Jo. Apesar de ser reservada, Katie começa a baixar a guarda lentamente, criando raízes nessa comunidade solícita e tornando-se próxima demais de Alex e de sua família. No entanto, quando Katie começa a se apaixonar, ela se depara com o segredo obscuro que ainda a assombra e a amedronta: o passado que a deixou apavorada e a fez cruzar o país para chegar no paraíso de Southport. Com o apoio simpático e insistente de Jo, Katie percebe que deve escolher entre uma vida de segurança temporária e outra com recompensas mais arriscadas… e que, no momento mais sombrio, o amor é seu único refúgio.

O melhor de mim

Achei a história bem bonita, só o final meio “clichê”. A adaptação ficou bem parecida com o livro, gostei muito.

Resenha do livro:

Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam.
Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Ela, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Infelizmente, quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável.
Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois.
Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas. Após tanto tempo afastados, Amanda e Dawson irão perceber que não tiveram a vida que esperavam e que nunca conseguiram esquecer o primeiro amor. Um único fim de semana juntos e talvez seus destinos mudem para sempre.

Diário de um paixão

Eu achei a história bonita, porém a escrita deixou a desejar, se comprado com os outros livros. A adaptação é bem parecida com o livro e vale apena assistir.

Resenha do livro:

A história começa no início de outubro de 1946 quando dois jovens, Noah Calhoun e Allison Nelson, se conhecem e se apaixonam perdidamente. Tudo parece perfeito, quando a família de Allie a impede de continuar a vê-lo devido a enorme diferença de classe social entre os jovens. Allie e Noah, lutam para levar uma vida normal, mesmo estando distantes. Até que um artigo de jornal muda tudo e reacende um amor há 14 anos adormecido.

E vocês, gostam dos livros do Nicholas? Quais?

1

Top Cropped

tumblr_m2f0fxJNXN1r38rnho1_500_large

Os top croppeds, que surgiram nos anos 80, retornaram a algum tempo para nossos armários. De inicio muitas o negaram, mas aos poucos, com diferentes modelos, acabaram se rendendo a peça.  Eu sou um grande exemplo disso, visto que não gostava das peças até conhecer os modelos soltinhos, principalmente em renda e crochê, sem falar nos conjuntinhos!

Bem, como todo mundo já sabe os croppeds são peças que deixam a barriga a mostra, o que, na minha opinião, nem sempre é adequado. Locais como praias e piscinas aceitam bem essa tendência, mas fora disso, acho mais bacana combinar a peça com cinturas altas, deixando apenas a região do estomago a mostra.

Outra dica, que eu costumo cuidar, é equilibrar as proporções. Se você usar um top soltinho opte pela parte de baixo mais justa (ou saias longas), e o contrário, se utilizar o top justinho opte pela parte de baixo mais “rodadinha”, que deixa o look delicado. Se a escolha é usar ambas as partes mais justinhas, fica legal utilizar uma peça de sobreposição, como coletes e quimonos.

A ultima dica é cuidar para não deixar o look muito “sensual”, a não ser que seja essa a sua intenção haha. Como o top já deixa uma região a mostra, é legal evitar transparências, comprimentos muito curtos e peças justas de mais. Enfim, agora vamos nos inspirar e saber aonde comprar:

Pictures12Capturas de telaPictures13

Quer saber aonde comprar?  Marisa,Renner,Dafiti,C&A e Sheinside.

0

Lady Like

Oi!! Vamos falar da tendência LadyLike, ou “como uma dama”. O nome já diz tudo, o estilo traz toda a feminilidade da mulher, dando um ar de romântico, puro e delicado ao look. Lembram de Audrey Hepburn e Grace Kelly?

Pictures

Este estilo, que surgiu na década de 40, tem como principal característica as saias de comprimento midi, peças rodadas e a cintura marcada.  As mesmas são encontradas principalmente em tons pastel e cores claras, além de estampas como Poá e floral.

Pictures2 Pictures4 Pictures5

Os acessórios do estilo LadyLike são discretos e delicados. A aposta são correntes e brincos discretos, com pérolas, laços e flores, por exemplo.

E ai, vocês gostam desse estilo?